ONSIOR 20MG 7 COMPRIMIDOS

  • ELANCO Fabricante: ELANCO
  • Cód: 2125
ONSIOR 20MG 7 COMPRIMIDOS 0% 0 Avalie esse produto
BRL de R$ 68,90 59.90 por R$ 59,90 R$ 56,91 com 5.00% de desconto no Boleto Economize R$ 9,00 3x de R$ 19,97 sem juros ou em 5x de R$ 13,10 com juros
Descrição: ONSIOR 20MG 7 COMPRIMIDOS Saiba mais

Descrição

ONSIOR 20MG 7 COMPRIMIDOS

Características

INDICAÇÕES

Onsior é indicado para o tratamento e alívio da dor e inflamação associadas à osteoartrite e associadas às cirurgias de tecidos moles em cães.

CONTRAINDICAÇÕES / PRECAUÇÕES

CONTRAINDICAÇÕES: A segurança do robenacoxibe não foi estabelecida em cães pesando menos que 2,5 kg ou abaixo de 3 meses de idade. Não administrar em animais que sofram de úlceras gastrointestinais ou com doenças hepáticas. Não administrar concomitantemente com outras drogas anti-inflamatórias não esteroidais (AINEs) ou com corticosteroides, medicamentos normalmente utilizados no tratamento da dor, inflamação e alergias. Não administrar em casos de hipersensibilidade à substância ativa ou a qualquer dos excipientes. Não administrar em animais prenhes ou lactantes, uma vez que a segurança de uso de robenacoxibe não foi testada nestas condições. PRECAUÇÕES: Cuidados especiais devem ser tomados quando administrar o produto a cães com funções cardíaca ou renal comprometidas ou desidratados, hipovolêmicos ou hipotensos. Se o uso não puder ser evitado, estes animais devem receber fluidoterapia e monitoramento constante. O produto deve ser utilizado sob monitoramento veterinário estrito em casos de risco de ulceração gastrintestinal, ou se o animal apresentou previamente intolerância a outros anti-inflamatórios não esteroidais (AINEs).

Antes da administração de qualquer AINE, é aconselhável a realização de exame físico e testes laboratoriais para se estabelecer os parâmetros pré-tratamento. Para tratamentos prolongados, enzimas hepáticas devem ser monitoradas no início do tratamento, ex.: após 2, 4 e 8 semanas. É recomendado seguir com monitoramento regular, ex.: a cada 3 - 6 meses. O tratamento deve ser descontinuado se a atividade das enzimas hepáticas aumentarem consideravelmente ou o cão apresentar sinais clínicos como anorexia, apatia ou vômito em combinação com enzimas hepáticas elevadas.

EFEITOS ADVERSOS

- Reações adversas relacionadas ao trato digestivo são comumente reportadas, mas na maioria dos casos foram leves e os animais se recuperaram sem a necessidade de tratamento. Vômitos e alterações nas fezes são ocorrências muito comuns, diminuição do apetite e diarréia são comuns, e ocorrência de sangue nas fezes é incomum.

- Em cães tratados por até duas semanas não foi observado aumento nas atividades de enzimas hepáticas. Entretanto, com tratamentos prolongados é comum encontrar aumento na atividade das enzimas hepáticas. Na maioria dos casos as atividades de enzimas hepáticas estabilizam ou diminuem com a continuação do tratamento. Aumento na atividade das enzimas hepáticas associado com anorexia, apatia ou ocorrência de vômitos é pouco frequente.

- Em casos muito raros, a letargia pode ser observada.

- O tratamento deve ser descontinuado se a atividade das enzimas hepáticas aumentarem consideravelmente ou o cão apresentar sinais clínicos como anorexia, apatia ou vômito em combinação com enzimas hepáticas elevadas.

REPRODUÇÃO, GESTAÇÃO E LACTAÇÃO

Não administrar em animais prenhes, lactantes ou reprodutores, uma vez que a segurança de uso de robenacoxibe não foi testada nestas condições.

SUPERDOSAGEM

Não exceder a dose diária.